Twilight DESTINYs



 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Bruna Black
Beta Wolf - Moderadora
Beta Wolf - Moderadora


Mensagens : 2698
Data de inscrição : 12/03/2010

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Ter Set 28, 2010 10:43 am

Cami, não vai mais escrever essa? '-'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanhero.tumblr.com
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Ter Set 28, 2010 4:08 pm

nossa, pensei q ninguem mais se lembrava da fic.
>.<'

claro q vou, só estou tentando acabar o cap de A2 antes.
entao vai demorrar.
xD'

mas vo terminar, essa é minha melhor fic! \o/
pelo menos eu acho...




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Black
Beta Wolf - Moderadora
Beta Wolf - Moderadora


Mensagens : 2698
Data de inscrição : 12/03/2010
Localização : Terra

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qua Set 29, 2010 12:41 pm

Ah, eu nunca iria esquecer ^^' na verdade eu tinha esquecido por um tempo mas quando eu lembrei eu vim correndo pra cá, não que isso importe... importa?






Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanhero.tumblr.com
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qua Set 29, 2010 12:51 pm

n, n importa. ^^

eu ja terminei o cap de A2, entao vo começar o de Vampires amanha.^^




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luke K. Foster
Novato
Novato


Mensagens : 540
Data de inscrição : 23/07/2010
Idade : 24
Localização : Minha casa. '-'

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
1/100  (1/100)
EXP:
240/1000  (240/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qui Set 30, 2010 6:15 pm

E quando mais ou menos vamos receber o capítulo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Black
Beta Wolf - Moderadora
Beta Wolf - Moderadora


Mensagens : 2698
Data de inscrição : 12/03/2010
Localização : Terra

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qui Set 30, 2010 6:31 pm

É, eu ia perguntar mais ou menos isso...






Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanhero.tumblr.com
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qui Set 30, 2010 7:25 pm

bem, hj foi um dia complicado, escrevi pouco.
(:

mas tipo, no maximo em 2 semanas, no minimo em 1 semana.
sorry guys. ^^'




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Persephone B. Cavalier
Novato
Novato


Mensagens : 1324
Data de inscrição : 02/08/2010
Localização : Acolá

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
2/100  (2/100)
EXP:
750/1000  (750/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 01, 2010 7:55 am

Ahhh... Tudo isso? T_T

Hahahaha... Sem problemas Cami. No pressure.
Sei como é difícil fazer sair um cap de fic >.<'


Aguardando õ/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 01, 2010 8:28 am

vlw Liah. ^^

anyway, hj eu n fui a escola e por causa disso talvez escreva mais. (:




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Black
Beta Wolf - Moderadora
Beta Wolf - Moderadora


Mensagens : 2698
Data de inscrição : 12/03/2010
Localização : Terra

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 01, 2010 12:39 pm

Que bom \õ/

Escreve aí ^^






Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanhero.tumblr.com
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Ter Out 05, 2010 1:37 pm

bem, ja q eu n posto nada novo ha um tempo, aí vai um spoiler:

Spoiler:
 

(:




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Black
Beta Wolf - Moderadora
Beta Wolf - Moderadora


Mensagens : 2698
Data de inscrição : 12/03/2010
Localização : Terra

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Ter Out 05, 2010 1:51 pm

*----------*

Adorei o spoiler, Cami.
E tenho certeza que vou adorar mais ainda o capítulo inteiro! ^^

Quando sai?






Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanhero.tumblr.com
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Ter Out 05, 2010 5:11 pm

n sei ao certo, mas n vai demorar, disso tenho certeza.

acho q sai essa semana ainda. (:

e vlw Bru! *---*




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Persephone B. Cavalier
Novato
Novato


Mensagens : 1324
Data de inscrição : 02/08/2010
Localização : Acolá

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
2/100  (2/100)
EXP:
750/1000  (750/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qua Out 06, 2010 3:06 pm

Essa semana? *-*


*Senta no banquinho e fica esperando ansiosamente* Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qua Out 06, 2010 3:12 pm

yep, pode ser amanha talvez. (:

ja to quase terminando. ^^




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
G. C. Volturi
Vampire Leader - Admin
Vampire Leader - Admin


Mensagens : 3408
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : Cadeira

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 2:01 pm

Já terminou? Já, já?

*affa xD*





I still remember the world from the eyes of a child. Slowly those feelings were clouded by what I know now...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fanfiction.com.br/historia/148283/Giuliet_Volturi_-_D
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 2:11 pm

já terminei. xD
thanks G. ^^

7 pags, se tiver cansando ler tanto avisem pra eu tentar diminuir o tamanho. ^^

Capítulo 4 – Grito com minha diretora

Depois do pesadelo que eu tivera com Cristiangelo, não conseguia ser grossa, encará-lo ou responder a ele qualquer hora em que ele falava comigo. Passei a responder sempre algo como hein, eh... ou aham.

Acho que Cristiangelo percebeu que algo devia estar acontecendo comigo, pois parou de fazer suas piadinhas, de se achar tanto e, bem, ser ele mesmo. Ele se tornou mais agradável.

Já se passaram três dias desde que tive o pesadelo e passei a achar que Cristiangelo não era tão ruim assim. De qualquer jeito, agora preciso me concentrar na aula de ciências. O professor está dando matéria nova e não seria agradável tirar outra nota abaixo da média nessa maldita matéria.

A aula se passou falando sobre coisas que eu não entendia como biomoléculas. Mas até parece que eu ia perguntar. O professor Ricardo fala durante horas se um aluno pergunta alguma coisa.

Quando finalmente o sinal tocou (ciências era o último tempo), guardei meu material no escaninho e saí correndo da sala, sem esperar por Bia ou Matteus. Fui direto para o laguinho – um espaço amplo no castelo com um laguinho no centro e alguns bancos em volta – e quando cheguei lá, achei quem eu procurava. Lucas. Mas não estava sozinho. No canto direito do laguinho, sentados na borda da fonte e quase caindo dentro da água, Lucas e sua nova namorada se beijavam.

Cheguei perto deles e olhei em volta, ouvi o som dos pássaros, da saída... Nada. Bati o pé no chão. Continuaram se beijando. Pigarreei alto. Nem sequer olharam para mim.

- Lucas! – gritei. – Alô! Eu aqui ó! Não tenho muito tempo, dá pra largar a garota e falar comigo?

Lucas finalmente parou de beijar e olhou para mim com raiva e certa confusão. Acho que ele ainda não havia processado quem estava falando.

A garota com quem ele estava olhou para mim como se fosse superior e eu fiz uma pequena careta para ela. Ela olhou para mim como se eu a tivesse xingado e falou:

- Sabe, Lucas, eu tenho que ir... – ela se levantou.
- Não, espera Naomi, fica mais um pouco. – disse Lucas, segurando o braço de Naomi. – Ela não vai mais atrapalhar. – Lucas apontou para mim.
- Eu... – começou a garota.
- Lucas, você me prometeu! – exclamei, fingindo estar super chateada.

Tenho que dizer Lucas, apesar de ser dois anos mais velho que eu, é muito ingênuo. Ele olhou culpado para mim e então para a tal de Naomi e soltou o braço dela, que saiu andando decepcionada.

Lucas se levantou e o Sol ficou atrás dele, fazendo uma luz dourada irradiar de suas costas. Isso o deixou mais bonito do que ele já é. Levemente moreno, alto, com cabelos pretos mais lisos e macios do que o melhor tecido do mundo e com lindos olhos azuis claros, Lucas era uma daquelas pessoas que tiram o fôlego. Pelo menos para todas as garotas que eu conheço ele era lindo. Junto com sua beleza, ele tinha a habilidade da paquera, pouco conquistada pelos garotos de mais ou menos nossa idade.

Me aproximei e ele sorriu com aqueles dentes perfeitos dele para mim. Passou o braço pelo meu pescoço e o apoiou nos meus ombros. Começamos a andar para o portão que dá para o saguão do castelo.

- Então, Clarisse, depois de assustar a minha amiga... – começou ele.
- Amiga? – interrompi, rindo um pouco.
- Enfim... – ele riu e olhou para mim sorrindo. – Suponho que queira um dos filhotes?
- Sim! – exclamei, sorrindo.

Tirei seu braço de meus ombros e fiquei andando de costas na frente de Lucas, enquanto fazia perguntas sobre os filhotes. É o seguinte, o cachorro de Lucas, uma labrador muito bonita chamada Kelly, tinha tido quatro lindos filhotinhos e Lucas estava vendendo para o pessoal da escola. Já fazia tempo que eu queria um cachorro, mas eles são meio caros e minha mãe dizia que era muita responsabilidade ter um cachorro. Já que Lucas é filho de uma amiga de minha mãe e nos conhecemos desde bem pequenos, ele fez um preço bem baixo para nós e agora vou comprar meu filhote. Como não é permitido levar animais nas vãs, minha mãe estava vindo me buscar. Eu estava tão animada que não conseguia parar de falar sobre qual nome eu deveria dar ao filhote.

- Vai ser fêmea? – perguntei. – Se for fêmea vai ser Nina. Não! Vai ser Mel.
- Calma Cla, as fêmeas já foram. – disse Lucas, me olhando curioso. – Só sobraram dois machos. E pra que essa agitação toda? É só um filhote de cachorro.
- Você diz isso porque já tem um. – respondi, dando um soquinho no braço de Lucas. – Onde eles estão? Onde eles estão Luquinhas?
- Para de me chamar de Luquinhas! – exclamou Lucas, levemente bravo. Eu ri e ele sorriu. – Estão no achados e perdidos.

Demos umas voltas pelo castelo, pegamos a chave do achados e perdidos e finalmente chegamos à sala. Logo ouvi os latidinhos mais fofos do mundo e vi a caixa com os dois filhotes que sobraram. Corri e sentei ao lado da caixa. Os cachorrinhos tentaram pular em cima de mim, mas ainda eram muito novinhos. Peguei um deles no colo e olhei para o pequeno rostinho enquanto o segurava.

Ele latiu para mim e balançou o rabinho. Sorri e olhei para Lucas, como se afirmasse que era aquele.

- Então. – disse Lucas, se sentando ao meu lado. – Qual nome vai dar a ele?
- Eu não sei... – respondi. – Eu gosto de Yan. Mas não acho que seja um bom nome pra cachorro.
- Hm... Que tipo de nomes você gosta? – ele perguntou, olhando o cachorrinho.
- Internacionais. Com certeza. Tipo, para os machos. – respondi, colocando o filhote no meu colo.
- Eu gosto de Eddie. – disse Lucas, acariciando o cachorro. – Dexter, Fred, Hugo...
- Luke. – eu disse, do nada.
- Hein? – perguntou Lucas, confuso com a interrupção.
- Luke, sabe. Em homenagem a você, Lucas.
- Um ótimo nome de um cara lindo para um cachorro lindo. – brincou Lucas, pegando o cachorrinho no colo.

Eu estava pegando o dinheiro na mochila quando ouvi um grito e um alarme começou a tocar.

- Ai meu Deus... – disse Lucas, parecendo apavorado. – Clarisse, precisamos nos esconder! – Lucas me pegou pelo pulso e ficou olhando em volta, procurando um bom lugar para entrar.
- O que? – perguntei, confusa e nervosa.
- Esse alarme! – exclamou Lucas. – Ele indica que alguém foi atacado por um vampiro! Tem um vampiro na escola!

De repente, o medo me invadiu e fui ficando enjoada. A única coisa que conseguia pensar era que eu podia morrer. Peguei os filhotes no colo e corri para o armário da sala – que era muito grande – pensando que talvez coubessem dois adolescentes lá dentro. Fiquei grata quando vi que cabiam.

Se tinha uma hora horrível para se ter cachorros com poucas semanas com você, essa era a hora. Os dois filhotes ficavam se mexendo, e latindo e ganindo e eu tinha certeza de que isso atraia o vampiro.

Como se fosse só eu imaginar pra acontecer, logo o vampiro apareceu na porta do achados e perdidos. Lentamente, pude ouvir seus passos até o armário onde estávamos escondidos e vi ele abrindo a porta. Parecia descontrolado, louco de sede e desejo de matar. Pode estranhar minha atitude, mas enfiei a cabeça no peito de Lucas e comecei a chorar. Isso não era como brigar com Cristiangelo ou implicar com os guardas vampiros. Aquele vampiro não se controlaria e se fosse para matar dois adolescentes, ele mataria.

Nada de vida passando pelos olhos, nada de super revelação antes de morrer, tudo o que eu sentia era medo. Fechei os olhos, esperando pelo pior, e não vi o que aconteceu a seguir. Mas consegui ouvir.

Ouvi passos apressados e leves, então uma forte corrente de ar passando por mim e ouvi muitas coisas quebrando. Abri os olhos e vi dois dos guardas da escola cercando o vampiro agressor, que estava caído em cima de uma estante que caíra no chão com seu peso.

Meu coração estava a mil. Olhei para Lucas ofegante e olhou para mim, assustado, mas se acalmando aos poucos. Resolvi fazer como ele e respirei fundo, o que melhorou um pouco minha situação.

Um dos guardas pegou o vampiro pelo pescoço e, depois de uma pequena briga, o levou para fora. O outro vampiro nos ajudou a levantar, nos acalmou com um copo d’água e nos levou para a diretoria.

Apesar de não termos feito nada de errado, não argumentei e deixe o guarda nos levar. Quando chegamos lá, um tipo de reunião interna estava acontecendo entre a diretora e as secretárias dos três segmentos da escola. Ao nos virem, as três saíram e nos deixaram a sós com a diretora e o guarda vigiando a porta.

- Então, queridos, contem-me o que aconteceu. – disse a diretora Mercedes, nos oferecendo uns biscoitinhos. – Como vocês foram parar no achados e perdidos. E que cachorrinhos são esses?

Percebi que ainda segurava os filhotes. Coitadinhos, estavam tão assustados que tremiam. Lembro que senti muita pena deles naquele dia.

- Bem, eu ia comprar um dos cachorrinhos que Lucas estava vendendo. – respondi.
- Ah, então você é o garoto dos filhotes... – disse Mercedes, se sentando e sorrindo falsamente.
- Sim. – disse Lucas. – Ela ia comprar um de mim e fomos até o achados e perdidos. E foi quando o alarme tocou e o vampiro nos achou...
- Entendo... – disse a diretora, parecendo perdida em pensamentos e prestando pouca atenção a Lucas. – Queridos, vocês podem estar com estresse pós traumático. Estão se sentindo bem? Posso manda-los para um hospital se quiserem. – ela sorriu e olhou para a gente como se estivéssemos doentes, ou algo assim.
- Não, obrigada. – respondi. – Pelo menos eu não.
- Eu não acho que preciso ir para o hospital, mas seria bom se eu pudesse ficar em casa uns dias, sabe? Para “descansar”, me recuperar. – disse Lucas. Tentei disfarçar, mas não pude evitar um pequeno risinho.
- Claro querido, eu entendo. – respondeu diretora Mercedes, não gostando da situação. – Você também precisa “descansar”, senhorita...
- Clarisse. Clarisse Villardo.
- Senhorita Clarisse?
- Não obrigada, eu realmente não posso faltar esses dias do jeito que estou indo em ciências... – eu disse e ri. A diretora não riu e me afundei um pouco na cadeira.
- Bom. – disse a diretora. – Muito bom sua atitude, pois o estudo é muito importante e... – ela continuou falando, mas eu parei de escutar e só me liguei no que estava acontecendo quando ela parou de falar e disse que podíamos sair.

Me levantei, murmurei um “boa tarde” de má vontade e fui até a porta, seguindo Lucas. Então, me virei e olhei para a diretora, provavelmente para fazer umas das coisas que entrariam na lista de coisas estúpidas que eu faço.

- Diretora Mercedes? – chamei.
- Sim, fale. – ela respondeu, levantando a cabeça dos papéis.
- Alguém saiu ferido hoje? – perguntei, aflita.
- Bem... – a diretora hesitou um pouco mas então se voltou para mim. – Uma garota foi gravemente ferida e corre risco de morte. A levaram para o hospital, mas não parece ter chances.
- Quem era? – Lucas me esperava do lado de fora. Dei os filhotes a ele, lhe pedi para me esperar e me sentei na cadeira novamente.
- Naomi Besser, do primeiro ano do ensino médio.

Levei um susto ao ouvir isso. Naomi? Seria a Naomi que Lucas estava beijando mais cedo? Passei a mão no cabelo, faço isso quando estou nervosa e não posso assobiar, meu verdadeiro vicio de nervosismo.

- E o que vocês vão fazer sobre isso? – perguntei, me mexendo desconfortável na cadeira. – Vão falar com o chefe de guarda vampira do Rio? Sabe como é, para melhorar a segurança? Vão contratar mais guardas? Vão dar queixa? O que vão fazer?
- Se acalme Clarisse, não vamos fazer nada! – interrompeu Mercedes, franzindo a testa.
- Nada? – junte minha raiva dos vampiros com o incidente daquele dia e a afirmação que Mercedes fizera e não será bonito. – Uma garota morreu! Isso quer dizer que a segurança não está boa o suficiente!
- Eu sei, mas não podemos fazer nada. – respondeu a diretora, dando de ombros.
- Claro que podem! – gritei, me levantando da cadeira. – Uma garota morreu hoje! Mesmo estando no hospital, ela não vai sobreviver. Ninguém sobreviveria a isso. E, apesar de uma pessoa ter morrido, vocês não vão fazer nada? Mas deviam! Deviam reclamar, deviam usar o seu poder como diretora para fazer algo. Quando os vampiros tomaram nosso país, disseram que viveríamos com segurança! Eles estão cumprindo a promessa? Não! Então você tem que reclamar! – parei de falar respirando rapidamente, com as mãos apoiadas na mesa, olhando para a diretora perplexa.
- É o primeiro caso em anos, nós não... – disse a diretora, me olhando com certo medo. Eu devia estar mesmo doida para fazer aquilo.
- E daí que é o primeiro caso em anos? – passei a mão nos cabelos novamente e dei uma andada pela sala. Me virei novamente para a diretora depois de uns minutos. – E posso saber uma coisa? Por quê? Por que não dar queixa? Vamos, me diga!
- Não vale a pena! – respondeu a diretora. – Os vampiros me tirariam do posto e colocariam alguém que não sabe de nada no meu lugar. Não estou disposta a sacrificar meu emprego por uma garota morta.

Eu juro que se aquela pessoa não fosse minha diretora eu tinha batido nela. Se tem uma coisa que não suporto são as pessoas que não agem por medo, que se deixam intimidar. Ok, o mundo inteiro faz isso agora, mas a situação é diferente. Uma garota inocente foi morta quando estava na escola. O melhor seria deixar todos sabendo disso e aí tomaríamos alguma atitude a respeito. Pode até parecer uma atitude burra, mas eu não penso muito nas conseqüências de meus atos, sou assim mesmo...

- Então você está com medo? – gritei. – Medo de agir e fazer justiça? Eu não consigo acreditar que deixam uma pessoa como você ser diretora de uma escola como o CEAT e...
- Já chega! – exclamou Mercedes. – Você está suspensa! Se aparecer aqui amanhã, os guardas te levaram de volta para casa ouviu?

Fiquei boquiaberta. Já fiz muita besteira antes, mas nunca tinha sido suspensa. Eu ia argumentar, porém, achei melhor não dizer nada, para não piorar a situação. Cabisbaixa, murmurei um “boa tarde” e saí da sala, acariciando os labradores para me acalmar.

Lucas me esperava lá fora, ansioso e um pouco nervoso. Ele devia ter ouvido os gritos e se perguntado o que eu tinha na cabeça e no que aquilo dera. Era como pensei, assim que me viu, me bombardeou com perguntas, todas respondidas. Quando Lucas soube sobre Naomi, pareceu bastante chateado, mas então lhe contei sobre minha suspensão e ele voltou sua atenção para mim.

Depois de jogar um pouco de conversa fora, peguei meu cachorrinho, Luke, e minha mochila e fui para fora do castelo. Todas as vãs já tinham partido e eu não via o carro de minha mãe em lugar nenhum. Esperei um pouco por ela mas resolvi ir para casa. Qualquer coisa eu ligava para ela quando chegasse.

Peguei um ônibus perto da escola e vim para casa. No caminho, ainda perto da escola, vi um carro capotado com uma ambulância ao lado e pessoas ao seu redor. Saltei perto de casa e andei uns dez minutos com Luke dormindo em meus braços. Quando finalmente cheguei em meu prédio, João abriu a porta para mim e eu entrei, desanimada demais para fazer brincadeiras.

Subi de elevador, chegando ao meu andar em pouco tempo. Deixei Luke deitado no chão por alguns segundos enquanto pegava a chave e então o peguei no colo novamente.

Abri a porta e entrei, porém, ao pisar em casa, vi uma pessoa que não esperava: Meu pai, de terno, sentado em meu sofá, tomando um café. Quando me viu, se levantou, bem sério e se assustou ao ver o cachorro em meus braços.

- Olá Clarisse. – disse meu pai, enquanto eu colocava minha mochila numa cadeira. – Sente-se, por favor, temos que conversar.
- O que foi? – perguntei, estranhando a atitude de meu pai, ele nunca quer conversar.
- Sua mãe. – ele disse, passando a mão em seu cabelo sedoso e super liso. Odeio ter puxado essa mania dele. – Ela sofreu um acidente de carro quando ia te buscar na escola.
- O que? – exclamei, deixando Luke numa poltrona e chegando mais perto de meu pai. – Ela está bem? Como foi? Há quantas horas?
- Pare com isso. – interrompeu, fechando os olhos por uns segundos. – Lá para meio dia e quarenta. – olhei o relógio, eram duas e meia. – Segundo os paramédicos que me ligaram, um vampiro morrendo de sede veio correndo e a fez capotar o carro. Você morará comigo enquanto sua mãe não puder sair do hospital.

De repente, uma luz se ascendeu na minha cabeça e tudo fez sentido. O carro que eu vira capotado enquanto vinha para casa era de minha mãe. O vampiro que atacara Naomi tinha feito minha mãe capotar o carro quando ela viera me buscar.

Senti meus olhos se enchendo de lágrimas e enterrei meu rosto em minhas mãos. Ao invés de me abraça, falar palavras de consolo ou pelo menos colocar a mão em meu ombro, meu pai se levantou e pegou Luke no colo.

- Agora que tudo está esclarecido, pode me explicar o que é esta coisa? – perguntou, em um tom desprezo. Não acreditei no que tinha ouvido. Eu tinha acabado de saber que minha mãe estava num hospital e que teria que morar com meu pai e ele me pergunta sobre o cachorro? E com aquele tom de voz? O que ele estava pensando?
- O que?
- Esse cachorro. O que ele está fazendo aqui?
- Eu comprei. O nome dele é Luke. – me levantei e peguei o filhote de meu pai. – Algum problema?
- Isso não irá morar comigo. – disse meu pai firmemente.
- Ele irá morar com a gente sim! – exclamei, começando a me irritar.
- Mais respeito! – gritou meu pai, colocando o dedo na minha frente. – Faça suas malas e arrume alguém para dar o cachorro. Vamos logo. E assim que chegarmos você fará seu dever de casa.
- Não farei não.
- Por quê?
- Porque eu fui suspensa e não preciso ir à aula amanhã. – outra coisa que entra para a lista das coisas idiotas que eu já fiz ou disse.
- O que?! – gritou novamente. – Você foi suspensa?!
- Fui, mas não foi minha culpa. – percebi o que tinha feito assim que ouvi o grito de meu pai e tentei me redimir. Não rolou.
- Já chega garota, você passou dos limites. Vai morar sozinha, para a minha casa você não vai.
- Mas...
- Sem mas!

E assim, com essas palavras gentis, meu querido pai saiu de minha casa batendo a porta e me deixando lá, sozinha com meu filhote e meu cabeção.

Pode parecer idiota, mas eu não sei me virar sozinha muito bem. Não me julguem, desde que nasci eu tenho empregada e mãe para cuidar das coisas, não sei cuidar de casa nem nada.

A minha inexperiência foi comprovada quando, assim que meu pai saiu, ao tentar fazer alguma comida, botei fogo na casa. Percebido o fogo, liguei correndo para os bombeiros peguei Luke e saí. Felizmente só a cozinha e a área foram prejudicadas, mas era impossível viver com uma cozinha queimada e nenhuma experiência, então peguei algumas malas, coloquei meus pertences dentro, peguei Luke no colo e saí de casa.

Subi um andar de elevador, chegando ao sexto, e toquei a campainha do apartamento seiscentos e três. Um cara alto, pálido, de cabelos loiros e olhos vermelhos usando apenas uma bermuda e chinelos atendeu a porta. Sua surpresa inicial foi rapidamente trocada por um sorrisinho debochado, ao notar minhas malas e o cachorrinho em minhas mãos.

- Clarisse! – exclamou Cristiangelo, se deliciando com o momento. – O que veio fazer aqui? E com todas essas malas?
- Eu... Eu posso morar com você por um tempo? – perguntei, envergonhada. Em parte por que ele tinha um corpo realmente muito definido e em parte porque, fala sério, eu nem gosto muito de Cristiangelo e peço para morar com ele?
- Mas é claro. – ele respondeu, o sorriso cada vez maior. – Entre. Esses vão ser dias muito divertidos...

Continua...

E aqui um novo DA:


61 - Lucas (Vampires)




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruna Black
Beta Wolf - Moderadora
Beta Wolf - Moderadora


Mensagens : 2698
Data de inscrição : 12/03/2010
Localização : Terra

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 4:33 pm

Adorei o cap Cami! Ficou muito bom!

Que pai do mal... Oo'
Não gosto dele...

O cara da prisão vai ter algo a ver com a história?






Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanhero.tumblr.com
Matt A. Sanders
Aro Volturi - Moderador
Aro Volturi - Moderador


Mensagens : 1689
Data de inscrição : 07/02/2010
Idade : 22
Localização : Wonderland

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 4:35 pm

Mt fodex, desculpa nao ter comentado xD

O cara da prisão vai ter algo a ver com a história?²




Avatar by Matt ~ Main Sign by Matt
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 4:35 pm

vlw Bru e Matt. *-----*

q nada Matt, magina. ^^

vei, o pai pode ser do mal, mas é triste saber q existem pessoas assim de vdd...
ninguem gosta dele.
xD

quem?
o Miguel?
o Miguel vai, os outros figurantes vao ser só isso, figurantes.
^^




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matt A. Sanders
Aro Volturi - Moderador
Aro Volturi - Moderador


Mensagens : 1689
Data de inscrição : 07/02/2010
Idade : 22
Localização : Wonderland

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
99/100  (99/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 4:37 pm

Pai do mal ngm merece, mas até eu percebo, que sua fic as vezes retrata coisas reais, tipo essa logo, pais malvados, e talvez tenha até alguém pior




Avatar by Matt ~ Main Sign by Matt
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 5:02 pm

é pq eu n gosto de colocar nada mt irreal, elementos reais dão a narrativa um ar de realidade q eu gosto q minhas fics tenham. (:

baixo minha prof de redação em mim. >.<




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Persephone B. Cavalier
Novato
Novato


Mensagens : 1324
Data de inscrição : 02/08/2010
Localização : Acolá

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
2/100  (2/100)
EXP:
750/1000  (750/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sex Out 08, 2010 7:20 pm

Adorei o cap Cami! Ficou muito bom!²

Que pai do mal... Oo'²
Não gosto dele...²

O cara da prisão vai ter algo a ver com a história?²


To gostando muito mesmo de ler essa fic. Tem um estilo de escrita completamente diferente das suas outras fics. Não sei se é pq é em primeira pessoa, um relato da própria Clarisse e talz... Mas tem alguma coisa muito diferente das suas outras fics, que faz com que essa seja a minha preferida!
O estilo de narrativa (e a história ^^) está perfeito. Quero outro cap *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Sab Out 09, 2010 3:04 am

*-------*

thanks Liah!

como eu ja disse, n é pra gostarem do pai e é mt triste saber q existem pessoas assim de vdd.
.-.

vai sim, parem de chamar ele de cara da prisão! T_T
se eu fiz um DA dele é pq ele é importante. '-'
eu fiz uns updates la no tpc principal, com personagens principais e link dos capítulos. (:

vlw Liah, eu tbm to adorando escrevê-la. ^^
eu sei q tem um estilo diferente, tbm percebi isso enquanto escrevia.
acho q é pq eu boto os sentimentos da Clarisse, personagem principal, muito mais claros, pq é em 1ª pessoa.
a fic n seria a msm em 3ª pessoa. (:

mas o principal motivo do estilo ser diferente é q no Brasil e se passa nos tempos de hoje, numa situação complicada para todos.

^^




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camily J. Conard
Alpha Wolf - Admin
Alpha Wolf - Admin


Mensagens : 7497
Data de inscrição : 05/02/2010
Idade : 19
Localização : RJ capital \õ

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
100/100  (100/100)
EXP:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qua Out 20, 2010 12:04 pm

desculpem o double, mas eu tinha q postar isso:

eu tava procurando coisas sobre Vampire Knight e eu vi o Cris. xD



pela cara, tem uma personalidade parecida e é loiro e tem olhos verdes.
tipo, seria o Cris qnd humano e, bem, se tivesse olhos vermelhos, ele quando vampiro.

mt perfeito. *---*




Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Persephone B. Cavalier
Novato
Novato


Mensagens : 1324
Data de inscrição : 02/08/2010
Localização : Acolá

Perfil Twilighter
Advertências:
0/10  (0/10)
Nível:
2/100  (2/100)
EXP:
750/1000  (750/1000)

MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Qua Out 20, 2010 2:14 pm

Humm... Mais ou menos assim:



?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou   Hoje à(s) 10:58 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Vampires – A Rebelião. Capítulo 7 – A rebelião começou
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Dádiva de Amor || Capítulo 29
» Dádiva de Amor || Capítulo 55
» Razão de Viver || Capítulo (3)
» Dádiva de Amor || Capítulo 42
» Maldito Amor capítulo 05

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Twilight DESTINYs :: Fan Arena :: Fan Fics :: Fan Fics Off-
Ir para: